Archive for the 'Meus heróis morreram de overdose' Category



Conseguiu o que queria

Não gostaria, mas vou gastar algumas palavras para falar de William, esse bom atacante que passou pelo Avaí, que cumpriu bem seu papel de centroavante, mas que pra ser ídolo deveria ter tido uma postura diferente no último mês.

Legal, o William é “guerreiro”, sempre se dedicou aqui e tal, mas o episódio da amigdalite antes do clássico e esse desespero dele em sair pro Atlético Goianiense – um clube, no máximo, do mesmo porte do Avaí – não combinam com a figura de ídolo. Até porque ele é reincidente, mas pelo menos em 2009 o desespero era pra ir pra um clube grande (Grêmio).

Não se apresentou nem em dezembro nem agora em janeiro, mesmo ainda sendo jogador do Avaí. Pra usar uma expressão bem mal-educadada: cagou e andou pro clube que diz adorar. “Ah, mas o Zunino isso, o Zunino aquilo”. Não, não tem desculpa. O “profissionalismo” vale como justificativa na hora de fazer de tudo pra sair mas não vale pra cumprir seus compromissos?

Que William siga sua vida e seja feliz. Só não venha com papinho de “identificado com o Avaí”, “adoro a torcida” e tal. Não combina com as atitudes dele. Da minha parte, como torcedor, ele passa a ser uma estatística na história do Leão (maior artilheiro na Série A). Ídolo, não.

E ele que tome cuidado, porque em Goiânia o clima é muito seco e, segundo dizem, inverno seco aumenta a possibilidade de desenvolvimento de amigdalite. Sabe como é, né, o estadual termina em maio, quase no inverno, vai que tem um clássico contra o Goiás…

Da parte do clube, espero que haja TRANSPARÊNCIA e seja divulgado o valor pelo qual vendemos nosso centroavante.

A foto é do site do Atlético Goianiense

Anúncios

Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.