Contraste

A classificação do Chevettão 2013 mostra o quanto Avaí e Chapecoense são diferentes. Eles têm mais que o dobro dos pontos que nós temos: 25 a 12. É goleada.

Assim como eles nos goleiam em número de vitórias (8 a 3), têm um ataque bem mais efetivo (24 a 15) e uma defesa bem menos vazada (11 a 18). Ah, e meteram 4 a 1 na gente no primeiro turno.

Só esses números já mostram a pauleira que vai ser essa partida de amanhã. Assim que é bom. Quem for à Ressacada – vamos? – deve ver um bom duelo, de um Avaí bagunçado mas jogando a vida para continuar com chances de classificação contra o melhor time do Chevettão 2013. Sei que o torcedor brasileiro – não é exclusividade do avaiano. TODOS são assim – costuma virar as costas para o time nas fases ruins, mas, olha, pra quem gosta de um bom futebol, com disputa e emoção, essa partida tem tudo para ser divertida. Eu não deixaria de ir.

Falando em Chapecoense, interessante como o mundo dá voltas. Depois do estadual de 2010, o Avaí estava no topo. Bicampeão catarinense, vinha de um sexto lugar na Série A, estava nas oitavas da Copa do Brasil, teria Copa Sul-americana naquele ano, enfim, era o pica das galáxias, inquestionável e incriticável. Já o time do Oeste amargou um rebaixamento fake para a segunda divisão do Catarinense, que só não ocorreu por causa de um estranha “licença” que o Atlético de Ibirama pediu – primeira vez que vejo um clube pedir licença porque não consegue se manter na primeira divisão e voltar, como se nada tivesse acontecido, na segunda divisão do ano seguinte -, e estava na Série C do Brasileirão.

Quase três anos depois, Avaí e Chapecoense estão na mesma divisão do Campeonato Brasileiro e, por enquanto, os verdes estão dando de relho nos azuis no estadual. E já que gosto de números, tem um que talvez ajude a explicar o porquê de estarmos em queda e eles em ascensão.

Sabiam vocês que desde novembro de 2010 a Chapecoense teve QUATRO* treinadores, e o Avaí, OITO**? Pois é.  Aí fica difícil discutir planejamento e organização com os caras.

*Mauro Ovelha (novembro/2010 a novembro/2011), Gilberto Pereira (novembro/2011 a março/2012), Itamar Schulle (março/2012 a setembro/2012) e Gilmar dal Pozzo (desde setembro/2012)

**Vágner Benazzi (outubro/2010 a fevereiro/2011), Silas (fevereiro/2011 a junho/2011), Alexandre Gallo (junho/2011 a agosto/2011), Toninho Cecílio (agosto/2011 a novembro/2011), Mauro Ovelha (dezembro/2011 a março/2012), Hémerson Maria (março/2012 a setembro/2012), Argel Fucks (setembro/2012 a dezembro/2012) e Sérgio Soares (dezembro/2012 a março/2013).

Anúncios

0 Responses to “Contraste”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: