Sucesso de público

Enquanto não decidem o novo papa treinador do Avaí (tudo bem, se é pra acertar em cheio, não tenham pressa), vamos falar do Chevettão em geral. Na verdade, do campeonato do ano passado, ainda sem patrocínio da Chevrolet para a Federação.

Levantamento da Pluri Consultoria mostra que Santa Catarina teve em 2012 a sexta maior média de público entre 19 estaduais (Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima e Tocantins não entraram na conta). Tem duas coisinhas erradas na pesquisa deles, que está ali na tabela abaixo. Uma é o número de jogos (foram 96, e não 90). Quanto ao total de pagantes, temos três valores diferentes dos 361.098 que a Pluri divulgou: no FutebolSC está 386.071 (média de 4.021 por jogo), na Wikipédia aparece 385.172 (média de 4.012) e pegando esses dados do Diário Catarinense sobre o público na primeira fase e acrescentando os públicos das semifinais e finais, temos 383.805 (média de 3.997). Bom, deve ser mais ou menos por aí a média: 4 mil pagantes por jogo.

Essa tabela está no estudo da Pluri, mas confesso que a roubei do blogue Alameda 1976, do Gilberto Rateke, Jr. (os ícones ali no canto inferior direito denunciam, hehe)

Ficamos acima da média nacional dos estaduais e à frente de Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, estados considerados “maiores” no cenário futebolístico nacional (e são). Esse resultado é ainda mais expressivo porque nossas semifinais e finais são jogadas em estádios com capacidades máximas de 10 a 20 mil pessoas, enquanto nos outros estados, eles colocam 40 ou 50 mil pagantes em jogos decisivos. Isso faz diferença na média.

Acho que há diversos fatores para esse bom desempenho e um deles é o regulamento, tão criticado a toda hora. Graças a esse regulamento “injusto”, sete de 10 times chegaram à última rodada da primeira fase de 2012 disputando alguma coisa, seja título do turno, vaga na semifinal ou vaga na Série D (o rebaixamento já estava definido). A competição é ferrenha e os times não jogam só pra cumprir tabela. Lembram como eram os campeonatos com 12 times e só os campeões de turno indo à final? Um horror, cheio de partidas que não valiam nada nas rodadas finais. É esse campeonato que querem que volte?

E se fizéssemos uma relação de presença de público por população do estado, veríamos que Santa Catarina ficaria em terceiro lugar no ranking, com um em cada 1.557 habitantes presente a cada partida. Perderíamos para Pernambuco (um em cada 963 habitantes) e Goiás (um em cada 965 habitantes). Não sei bem para qual a utilidade desse dado – não é todo o estado de Santa Catarina que está representado no estadual. A Serra, por exemplo, não tem time no campeonato -, mas fica pelo menos como curiosidade e pra mostrar que  somos um estadinho pequeno, mas com boa média relativa de público.

Anúncios

0 Responses to “Sucesso de público”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: