Continuidade

Não há muito mistério para essa campanha quase perfeita da Chapecoense no primeiro turno (87,5% dos pontos conquistados). O time do Oeste manteve grande parte da boa equipe que subiu para a Série B no ano passado e trouxe alguns reforços pontuais. Tudo isso tendo metade, ou menos que isso, do orçamento do Avaí.

Dos 11 titulares que entraram em campo na vitória por 5 a 2 contra o Guarani, sete já estavam na Chapecoense no ano passado, incluindo destaques do time do acesso, como Athos, Neném e Rodrigo Gral. O treinador também é o mesmo: Gilmar dal Pozzo.

Foi assim, mudando pouco e mantendo seus melhores jogadores, que a Chapecoense conquistou o primeiro turno com uma rodada de antecedência, abrindo cinco pontos de vantagem para o Figueirense, 10 para o Joinville e Criciúma e 13 para o Avaí, que tem um jogo a menos. Uma receita mais velha que andar para a frente, mas que nem todo mundo aprendeu.

Anúncios

0 Responses to “Continuidade”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: