O pior momento do clássico

Com o jogo de sábado já encerrado, aguardávamos a liberação da polícia militar para que pudéssemos sair do Scarpelli. É sempre assim, sai primeiro a torcida local. Eis que, de onde fica a Gaviões Alvinegros, um grupo de torcedores do co-irmão começa a correr em direção à nossa torcida. Queriam briga, claro.

Já estavam chegando perto, mas no meio do caminho, surgiu um helicóptero da PM e o que mais se viu foi neguinho correndo.

Fiz o vídeo abaixo e o divulgo não pra tirar sarro, mas pra lamentar que esse tipo de coisa ocorra em estádio de futebol. Poderia ter havido uma tragédia, se pensarmos que muitos avaianos aglomeravam-se na saída do Scarpelli. Os que queriam brigar com os alvinegros (e tinha bastante gente querendo) iriam em direção à grade que separa os setores “D” (deles) e “E” (nosso), quem não queria briga ia querer sair dali e a possibilidade de algo grave ocorrer não era pouca.

São cenas patéticas, de uma gurizada que não sei o que quer da vida. Até quando vamos ter que aguentar esse tipo de coisa, hein? É policial armado até os dentes, helicóptero, cavalaria, torcedor querendo briga. Isso enche o saco. E não é futebol.

Anúncios

4 Responses to “O pior momento do clássico”


  1. 1 Luiz Alberto Martins 19 de fevereiro de 2013 às 19:55

    Só para cultura geral, não terias filmado a bomba, jogada pela Mancha Azul, estourando na mão do Sr.Ivo. Acredito que também servirá para mostrar o que não se deve fazer em um estádio de futebol.
    Luiz Martins

  2. 2 felipefbs 19 de fevereiro de 2013 às 20:12

    Falei no texto que tinha avaiano também querendo briga, chamando pra porrada. Minha torcida esteve envolvida em vários casos muito graves de violência, como o do Sr. Ivo. Não filmei, até porque não estava naquele jogo.

    Só que não fui eu quem jogou a bomba, repudio aquilo, e não acho que aquilo justifique ou amenize qualquer outro ato de violência, de qualquer torcida. Assisto jogos do Avaí na Ressacada e em vários estádios de SC, nunca me envolvi em atos de violência e, como torcedor e cidadão, tenho todo o direito de reclamar quando coisas como essa que está no vídeo ocorrem.

    Lamento profundamente se o que quiseste dizer nas entrelinhas foi que eu não posso falar nada porque minha torcida já fez pior. Em vez disso, deveríamos nos preocupar e discutir como acabar com a violência no nosso futebol. Se não foi isso, não entendi a relação que quiseste fazer com o caso do Sr. Ivo.

    Abraço.

  3. 3 Magda 19 de fevereiro de 2013 às 21:37

    Hoje em dia, a violência não é “privilégio” de torcida X ou Y. É claro que, na maioria das vezes, a torcida visitante vai ser a vítima, por estar, quase sempre, em menor número. Minha mãe mora bem pertinho do Scarpelli, por isso, sempre fico observando o movimento da saída do jogo da janela. Acho engraçado que as torcidas organizadas sempre chegam e vão embora com escolta. Nada contra organizadas, se elas não fossem, quase sempre, as protagonistas da maioria dos casos de violência. Seria lindo se elas ficassem só torcendo, afinal, o espetáculo mais bonito e animado são delas, tenho que reconhecer! Bom, mas o cidadão comum, que chega com sua esposa, namorada, filho, amigo do trabalho, só para ver o jogo… esse não tem escolta. Corre o risco de apanhar no caminho até sua casa, o ponto de ônibus ou o estacionamento. Se for com a camisa do clube essa possibilidade aumenta. Se for com uma camisa neutra, certamente também vão lhe apontar o dedo dizendo que é adversário disfarçado (disfarçado, nesse caso, porque tudo que esse torcedor quer é evitar rolo). Talvez vai chegar o dia em que os clássicos vão ser jogos de torcida única. Que pena! Porque o mais legal é a guerra de gritos, de palmas, de papel picado, de bandeirão!!!


  1. 1 Violência | Solta o Leão! Trackback em 27 de março de 2013 às 10:03

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: