Os “professô” de 2012

Em 2012, o Avaí continuou com as frituras de professores: foram três durante toda a temporada, mantendo a média de um a cada quatro meses. Começamos com Mauro Ovelha, o Rei Midas do futebol catarinense (desde 2009 um time que ele dirigiu sempre chegou à final do estadual), passamos pela revelação da casamata Hémerson Maria e terminamos com o treinador com sobrenome-palavrão Argel Fucks. Vamos, então, aos números e curiosidades das passagens dos três pelo Carianos.

MAURO OVELHA

14 jogos

7 vitórias

1 empate

6 derrotas

52,38% de aproveitamento

20 gols pró

15 gols contra

– Mauro Ovelha teve o maior percentual de derrotas (42,85%) e o menor de empates (7,14%) entre os treinadores do Avaí no ano.

– Foi também do treinador-ovino o menor aproveitamento de pontos entre os três.

– Com Ovelha, o Avaí teve sua maior sequência sem vitórias: quatro jogos, com um empate e três derrotas contra Figueirense, Joinville, Metropolitano e Chapecoense.

– Mas, calma, nem tudo foi pior na gestão Ovelha.

– No período em que foi treinado por Ovelha, o Avaí sofreu, em média, 1,071 gol por jogo. É a menor média entre os três treinadores, um pouquinho mais baixa que a do Argel (1,076).

– Também com Mauro Ovelha o Avaí teve sua maior sequência de vitórias na temporada: cinco, contra Criciúma (3×2), Atlético Hermann Aichiner (2×1), Brusque (1×0), Camboriú (3×0) e Marcílio Dias (5×2).

– A maior vitória do Avaí como visitante nesta temporada ocorreu na gestão Ovelha: 5×2 no Marcílio Dias em Itajaí, maior vitória sob o comando do treinador.

– A maior derrota da gestão Ovelha foi 0x3 contra o Joinville.

HÉMERSON MARIA

33 jogos

17 vitórias

6 empates

10 derrotas

57,57% de aproveitamento

51 gols marcados

36 gols sofridos

Buenas, foi recordista em quase tudo: jogos, vitórias, empates, derrotas, aproveitamento de pontos, gols marcados, gols sofridos e saldo de gols (+15).

– Na média, com Maria, o Avaí empatou mais (18,18%) e perdeu menos (30,30%) do que com os outros dois treinadores.

– A gestão Maria teve a maior média de gols marcados por jogo (1,54) e a maior de gols sofridos (1,09).

– Com Hémerson Maria, o Avaí conseguiu sua maior vitória no ano: 6×1 no Marcílio Dias, jogo em que o Leão fez mais gols em 2012.

– A maior invencibilidade do Avaí na temporada veio com Hémerson Maria: 10 jogos (Marcílio Dias, Figueirense, Joinville, Metropolitano, Chapecoense, Chapecoense, Figueirense, Figueirense, Boa e São Caetano), com sete vitórias e três empates.

– As maiores derrotas da gestão Maria foram por 0x2, para CRB, Goiás, Vitória e Criciúma.

ARGEL FUCKS

13 jogos

7 vitórias

1 empate

5 derrotas

56,41%

15 gols pró

14 gols contra

– Argel teve o maior percentual de vitórias entre os treinadores do Avaí em 2012 (53,84%).

– O pior ataque foi o do time de Argel, com média de 1,15 gol marcado por partida.

– A pior derrota do Avaí no ano, 1×4 para o Goiás (único jogo em que o time sofre quatro gols), foi sob o comando de Argel.

– A maior vitória da gestão Argel foi 3×1 contra o Paraná.

“Recorde” dividido

– Maior sequência de derrotas: três, com Ovelha (Figueirense, Joinville e Metropolitano), Maria (CRB, Atlético Paranaense e Goiás) e Argel (Atlético Paranaense, Goiás e Bragantino).

Anúncios

0 Responses to “Os “professô” de 2012”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: