Os números do Maria

Os resultados que “derrubaram” o Maria:

– 33 jogos

– 17 vitórias

– 6 empates

– 10 derrotas

– 57,57% de aproveitamento (comparando: igual ao do Atlético-PR, quinto na B)

– 51 gols marcados

– 36 gols sofridos

– 1 título estadual

– 2 vitórias e 1 empate em clássicos (sendo dois clássicos no Scarpelli), com 7 gols marcados e 3 sofridos

– Maior vitória: 6×1 contra o Marcílio Dias

– Maior derrota: 2×0 para Vitória, Criciúma, Goiás e CRB

– Maior invencibilidade: 10 jogos

– Maior sequência sem vitórias: 3 jogos (duas vezes)

 

Acho que Hémerson acertou muito, errou às vezes, mas os resultados na Série B são condizentes com a qualidade do time e seu traballho era muito bom.

Argel, o novo treinador, vai ter que trabalhar sem Patric, Renato Santos, Leandro Silva, Cléber Santana e Robinho do time que foi campeão estadual – metade da equipe. Haja imaginação pra montar um time competitivo.

E o pobre coitado não tem culpa da saída do Maria, por isso não vejo sentido nenhum em gritos e campanha de “Fora Argel”.

Tomara que ele consiga fazer um bom trabalho e some os nove pontos que precisamos pra não cair. O que vir daí em diante, é lucro.

Aproveito o post pra mandar um beijo pra Alice, minha leitora assídua.

Anúncios

0 Responses to “Os números do Maria”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: