Ave Maria

Se o Avaí ressuscitou no campeonato, deve muito a seu, até o momento, treinador interino por tempo indeterminado, Hemerson Maria. Depois da medonha derrota em Camboriú, no último jogo de Mauro Ovelha no comando do time, a eliminação era dada como certa pela maioria dos torcedores. Não víamos perspectiva.

Mas o que diabos mudou nesse time para ele melhorar tanto? Não sou o maior entendedor de táticas, mas acho que foi pelos motivos abaixo.

Primeiro, Hemerson acabou com o esquema de três zagueiros e colocou mais um meia no time. O Grand Canyon de distância que havia entre os volantes, Cléber Santana e o ataque desapareceu, e o time passou a ser mais compacto e bem distribuído em campo. Por fim, descobriu Felipe Alves e definiu um time titular, acabando com as constantes mudanças da era ovelhiana.

O Avaí de Hemerson Maria joga mais bola, ataca mais, faz mais gols e, vejam só, sofre menos gols que na gestão Ovelha. É também um Avaí mais dedicado, que demonstra ser mais unido e, principalmente, com os pés no chão. Essa última característica vai ser fundamental para sairmos com o título hoje do Scarpelli.

Mesmo antes do jogo, cravo: Hemerson Maria é o grande destaque positivo do Avaí no estadual.

Anúncios

0 Responses to “Ave Maria”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja sócio

Divirta-se com amigos

No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: